O que a proatividade tem a ver com o seu sucesso?

O que faz algumas pessoas serem bem-sucedidas na vida e outras ficarem estagnadas? O que leva algumas pessoas a alcançarem o sucesso profissional e outras a se manterem num mesmo estágio em sua carreira? O que paralisa algumas pessoas e o que é capaz de motivá-las, levando-as mais além, a conquistarem novos horizontes, um melhor desempenho? Quais talentos, valores e crenças definem as pessoas? Como as pessoas se veem diante da vida – vítimas ou autoras da sua própria história?

 

Cada um poderá responder a essas perguntas conforme sua perspectiva cotidiana, suas experiências, o ambiente em que está envolvido e conforme os valores que recebeu desde criança.

 

Você já parou para pensar que VOCÊ É ÚNICO e que não existe outra pessoa igual a você?

 

Mas o que torna uma pessoa diferente da outra muitas vezes está relacionado à sua postura. O que faz uma pessoa mudar o “rumo” da sua vida ou continuar na “mesmice” é a sua postura diante do que lhe é posto e as atitudes tomadas para encarar essas situações. Esses são fatores determinantes do sucesso ou do fracasso e o que fará qualquer pessoa alcançar um dos dois é o quão importante são os seus sonhos, objetivos, seu propósito de vida.

 

Todos os dias você decide se continua do jeito que é ou muda. Você tem o poder de participar da sua autocriação.

 

Conhecer a si próprio faz parte do entendimento dos seus comportamentos. Saber onde está (seu estado atual) e aonde quer chegar com sua postura (estado desejado – futuro) pode levá-la mais rápido ao objetivo pretendido.
Ser proativo é ter senso de prontidão e urgência, é arriscar-se a estar à frente de qualquer problema vivenciado ou que poderá acontecer se nada de positivo for feito. Ao contrário disso, pessoas que não têm esse comportamento exibem os padrões opostos: não conseguem identificar ou aproveitar as oportunidades de mudar as coisas em qualquer área de sua vida.

 

O profissional proativo tem como características: busca constante por oportunidades de mudança; execução de ideias; enfrentamento de obstáculos; sabe se opor sem criar confrontos e conflitos; tem flexibilidade a ponto de saber lidar com qualquer mudança; tem iniciativa, atitude, auto-liderança e perseverança; tem agilidade, coletividade e capacidade de gerar valor agregado ao produto; é capaz de compatibilizar inteligência, experiência e expertise, transformadas em valores éticos; tem visão global; é empreendedor e tem facilidade de inovar.

 

Entretanto, para tomar decisões corretas e antecipar-se às possíveis demandas, é preciso estar preparado e atento a todas as situações, de modo que se possa adquirir conhecimentos, experiências e informações que favoreçam uma ação pensada.

 

Profissionais proativos enxergam sempre o trabalho como sendo o seu próprio negócio, possuindo um perfil empreendedor mesmo numa estrutura organizacional.

 

proatividade no trabalho

 

Um dos grandes desafios dos recrutadores durante a seleção de um candidato é, em poucas horas, conhecê-lo tão bem a ponto de saber se o seu comportamento pessoal está alinhado às suas características profissionais. Afinal de contas, currículo e boa aparência nem sempre são suficientes para dimensionar se o candidato tem perfil proativo. Atualmente admite-se por competência e demite-se por comportamento e, para evitar que isso aconteça, é imprescindível que, além de testes de personalidade, existam testes de comportamentos práticos, em equipe ou que induza a liderança.

 

Os profissionais que possuem comportamento proativo tendem a empenhar mudanças nos ambientes em que atuam e, com isso, as empresas para as quais trabalham muitas vezes também adotam posturas proativas diante do mercado.

 

Os proativos sempre buscam maneiras de fazer melhor, mais rápido ou com menor custo aquilo que já se faz, possuindo uma capacidade de converter problemas em belas oportunidades.

 

Quando somos competentes e estamos motivados, determinados e focados os nossos pensamentos e ações superam nossas limitações.

 

Também existem algumas atitudes que comprometem a proatividade. É importante salientar que ser proativo não é sinônimo de arrogância, prepotência ou antipatia. É fundamental desenvolver  e aprimorar as competências comportamentais no dia a dia.

 

A falta de preparo e a insegurança são outros obstáculos que dificultam os profissionais a se tornaram mais proativos. As pessoas proativas devem buscar sempre respeitar as individualidades e aprender a construir com os diferentes tipos de personalidades e gerações presentes em uma equipe. Para isso, é necessário ter uma postura mais questionadora sobre elas mesmas.

 

Decisões corretas sobre pessoas exigem conhecimentos de suas individualidades e de como as habilidades de cada um podem ser reconhecidas e utilizadas da melhor maneira.

 

Ser proativo é uma escolha e está relacionado ao querer e ao agir, saindo do discurso e indo para a prática. É a capacidade de dirigir a sua própria vida – pessoal e profissional – e ter consciência de que ser competente, ter sucesso e ser feliz são atributos de sua inteira responsabilidade.

 

 

Continue conectado...

Compartilhe!