A sua empresa está pronta para ter um RH Ágil?

RH Ágil é uma abordagem que torna a área de recursos humanos mais estratégica a fim de acompanhar o dinamismo do mercado e manter profissionais capacitados, colaboradores engajados e com autonomia, além de contribuir para uma maior colaboração dos times. 

O manifesto ágil e todas as demais ferramentas e modelos, surgiram nos anos 2000 em diante para facilitar os projetos em tecnologia. Ao contrário da gestão tradicional, eles exigem menos processos e muito mais flexibilidade. 

O RH, muitas vezes tão processual em suas rotinas e subsistemas, está pronto para mudar sua forma de agir? E como isso impactará as empresas? 

 

O primeiro ponto a ser considerado é que para ser ágil não basta implantar uma tecnologia ou usar um framework. É preciso mudar a mentalidade, e no caso das empresas, a cultura. 

 

O estudo State of Agile 2022 apresenta um panorama interessante sobre a agilidade nas empresas e no RH. Ao observarmos o gráfico abaixo vemos que  a transformação ágil ainda é recente nas empresas, muitas estão se acostumando com este modelo de gestão.

(Fonte da imagem: State of Agile 2022) 

 

Se as empresas estão se acostumando, no RH não poderia ser diferente: ainda temos muito espaço para melhorar nossa atuação. E isso fica claro quando analisamos, no mesmo relatório, os subsistemas influenciados pelo Ágil. 

(Fonte da imagem: State of Agile 2022) 

 

 

RH Ágil: Desafio do RH ou da empresa?

 

Se temos muito trabalho pela frente, é importante analisar uma questão: o maior desafio para introdução da agilidade nas empresas é do próprio RH ou da cultura organizacional? 

Os dois aspectos são importantes, porém a cultura organizacional irá puxar ou travar a evolução, por questões bem simples e práticas:

 

  • Excesso de hierarquia  – que desestimula a colaboração.
  • Tomadas de decisões centralizadas – onde o comando superior define ordens e ações, muda processos e define etapas.
  • A resistência dos líderes e colaboradores – ambiente nos quais ouvimos a famosa frase “aqui sempre foi assim” ou a variável: “isso não vai dar certo aqui”. Não aceitam processos novos, demoram a mudar.
  • Baixa margem de aprendizagem – processos com muitas etapas, controles e conferências sem fim, ou muitas vezes com intolerância aos erros, sendo estes punidos através de notificações, advertências ou perda de remuneração variável. 
  • Excesso de atividades operacionais – no RH e head count limitado. Os braços limitados acabam impedindo que novas atividades sejam implementadas.
  • Falta de orçamento para tecnologia e incentivo à inovação – impossibilitando a melhoria e a otimização dos processos. 
  • Falta de cultura de desenvolvimento e melhorias – processos morosos, baixa mobilidade de pessoas, permanência no cargo independente de competência para a função. 
  • Gestão de pessoas não faz parte da agenda estratégica da empresa – parece coisa do século passado, mas muitas empresas ainda não enxergam pessoas como elemento competitivo, e acabam não definindo recursos, projetos e metas para RH, e nem envolvendo as demais áreas da empresa nas decisões de gestão de pessoas.

 

Por mais vontade que o profissional de RH tenha, por mais que estude e busque ferramentas, se o ambiente interno não for favorável, as resistências impactarão diretamente no trabalho e nas transformações. 

 

RH Ágil aplicado na sua empresa –  por onde começar: 

 

Coloque os colaboradores no centro. Mapeie todos os benefícios para a empresa, a performance das áreas e o bem-estar dos colaboradores. Desenhe a jornada do colaborador e trace ações que irão melhorar a vida de todos.

 

Leve o assunto para a alta direção. Estude, veja tendências da sua área, monte um planejamento e mostre os ganhos da atuação ágil para a empresa.  Aqui você encontra aula e modelo de planejamento de RH:
ASSISTA A AULA E BAIXE OS MATERIAIS

 

Faça um diagnóstico de Gente & Gestão para analisar o engajamento dos colaboradores e a satisfação destes com os processos de RH e liderança da empresa. Saiba mais sobre nossa consultoria em gestão de pessoas:  CONSULTE NOSSOS SERVIÇOS PARA EMPRESAS  

 

Tenha os líderes como aliados. Mostre para eles como a agilidade irá ajudar na gestão de pessoas não apenas do RH, mas para todos os profissionais da empresa. Aqui tem um material sobre liderança que pode te ajudar a identificar pontos para esta conversa: GUIA LIDERANÇA PARA NOVOS TEMPOS 

 

E lembre-se: ser ágil não significa ser rápido. Vale ouvir as pessoas, compartilhar ideias e soluções e trazer todos os envolvidos para a discussão.