Sobre Fraudes, Golpes e Oportunistas no LinkedIn – E dicas para se proteger!

O LinkedIn é uma ferramenta fantástica para o mundo dos negócios, seja para o profissional ou para a empresa que o utiliza.

Através desta rede fortalecemos nossa marca e imagem, fazemos excelentes contatos e parcerias.

Mas como toda rede social que cresce, vários oportunistas entram e percebem aqui um terreno fértil para aplicar golpes e tirar proveito de pessoas que estão ansiosas atrás de uma oportunidade.

Somente nesta semana acompanhei mais de 5 situações e por isso resolvi escrever este artigo, como forma de alerta para os usuários novos ou menos avisados – mas atente-se que até os mais experientes acabam caindo de vez em quando!

Primeiro Caso:

Comigo! No caso, mais especificamente, com a empresa Intentus. Estranhamos quando apareceu mais um funcionário em nosso time – e pasmem – Diretor, direto da Austrália! – Perfil privado, não conseguimos acesso mesmo tendo conta Premium.

 

Por sermos um time pequeno, conseguimos rapidamente identificar o “intruso”.

Agora imaginem empresas com mil, dez mil funcionários… dezenas de fantasmas podem estar infiltrados, usando o nome da organização.E este uso pode ser um descuido – acontece de você digitar o nome de uma empresa, aparecerem opções e você clicar na empresa errada com o nome parecido – mas também pode ser que a pessoa tenha se infiltrado para usar o nome da empresa e aplicar golpes por aí. Esteja atento.

No caso de contatos, propostas ou promessas duvidosas – com pagamentos ou vantagens diferentes do que o mercado oferece – certifique-se! Entre em contato direto com a empresa, cheque se aquela pessoa realmente faz parte do quadro de funcionários e se as práticas da empresas são as ofertadas. E depois disso, a definição e o risco são seus!

Segundo Caso:

Diretamente ligado ao primeiro, uso falso de empresa / cargo. Um conhecido me mandou um e-mail com uma mega proposta que recebeu de uma empresa do Reino Unido, a potência Shell. Ótima proposta e oportunidade de carreira internacional.

 

Tudo excelente se não fosse fraude.

Pouco tempo depois, recebeu um e-mail do próprio LinkedIn – que sim, busca eliminar estes casos.

 

Pesquisa rápida pelo e-mail, nome da pessoa e no site da companhia e claramente constatado: fraude. No próprio site da empresa existe um alerta sobre fraudes envolvendo o nome da empresa para falsas promessas de contratação de expatriados.

http://www.shell.com/fraud-and-scam-alert.html

E você pode estar afirmando: eu não cairia nessa! A princípio saiba: cairia sim!

Nossa expectativa e emoção nos cega, mesmo que momentaneamente.

Nos empolgamos com a possibilidade de uma mudança de vida, com a promessa de algo muito bom e somente depois desta excitação que vamos checar de fato o que foi – e de que forma – nos foi oferecido.

 

Terceiro Caso:

Aqui não é uma fraude, em geral é uma proposta verídica. Faço apenas um alerta quanto ao tipo de promessa quando citam ganhos fáceis e rápidos. Vejo muitos post de vagas para trabalhar em multinacional, meio período, em home office e com ganhos acima de 4 mil reais (quando não falam em dólares).

Na maior parte das vezes trata-se de formação de grupos e de vendas em Marketing Multi Nível (MMN) – não tenho nada contra o modelo de negócio, pelo contrário, conheço pessoas que vem fazendo um trabalho fantástico e ganhando um bom dinheiro, de forma íntegra e honesta.

 

O único alerta aqui é: antes de responder SIM, analise se o que você realmente quer é mudar de carreira e se dedicar integralmente ao negócio.

 

Porque você não vai atuar na sua área, vai ter que se desafiar a desenvolver novas habilidades e trabalhar muito se quiser resultados.

 

Outra situação que incluo aqui é quanto a pedidos de e-mail e de telefone em troca de listas, arquivos, etc. A grande parte destes pedidos servem apenas para gerar listas de tráfego para marketing digital. Ou seja, em breve você estará em diversas listas, recebendo vários e-mails sem nunca ter solicitado nada. Existem formas corretas para empresas e profissionais fazerem a criação de leads, como ter uma página na web para você se cadastrar e então receber o seu brinde virtual, sem exposição.

Quarto Caso:

Divulgação de cases de sucesso aliados a uma proposta comercial. Existe muita gente boa, profissional e fazendo um bom trabalho, ajudando realmente as pessoas e cobrando por isso – o que é justo! Mas nesta leva entram oportunistas, fazendo promessas de emprego, revisão de currículo, oportunidades em processo seletivo por preços e condições medonhas.

Analise o trabalho do profissional, peça referências e garantias. Se você paga por algo e o risco é único e exclusivamente seu, você acha justo?

Fique Atento!

Não existe mágica e nem milagre. Se alguém te oferecer algo muito acima da média, desconfie!

Pesquise, vá atrás de mais informações e somente feche negócio com o que realmente agregue para você.

 

 

E se você quer saber como ter um perfil top e fazer negócios no Linkedin, leia ESTE ARTIGO

 

Compartilhe!