Como voltar a ter resultados depois que o time jogou a toalha?

Como motivar a equipe da empresa? Como voltar a ter resultados?

 

A equipe de trabalho (ou a empresa inteira!) está desmotivada. É possível resolver, retomando a motivação e o pique para os resultados?

Em tempos de crise interna na equipe, muitos se perguntam como voltar a ter resultados na empresa? Se a sua equipe está desmotivada, descrente, há conflitos internos, uma verdadeira crise, não é hora de desistir. É perfeitamente possível contornar a situação e até mesmo fazer a equipe se tornar mais forte.

Sim, aqui você vai ter detalhes sobre como motivar a equipe de trabalho mesmo em situações adversas.

Quando um não quer, dois não brigam. Mas quando dois ou mais não querem, nem com briga resolve.

É comum vermos equipes ou até mesmo empresas com clima e resultados péssimos por um motivo: a equipe desistiu.

Quando a equipe desiste o primeiro sinal perceptível é a apatia. As pessoas perdem o interesse, a motivação, o entusiasmo. Não acreditam nos resultados, começam a ter atitudes reativas e pessimistas.

Um dos métodos para tentar evitar crise na equipe é fazer uma avaliação do clima organizacional dentro da sua empresa. A avaliação adota e metodologias bem particulares para avaliar o grau de satisfação ou insatisfação da equipe,  e mais do que isso, aponta as principais queixas e motivos que desanimam a equipe. Com tal diagnóstico é possível o gestor ou o RH da empresa solucionar o problema, seja adotando políticas práticas ou diálogo.

Mas quando a situação já saiu de controle, como motivar a equipe de trabalho novamente?

O 7×1 contra Alemanha na Copa do Mundo é ótimo exemplo de quando a equipe joga a toalha

Você se lembra do Brasil na Copa de 2014, aquele tenebroso 7×1? Lembre do time, durante o jogo, depois do primeiro, do segundo, do terceiro gol.

 

Motivação de equipe

Enxergávamos em alguns a vontade de ainda lutar, mas a maioria já havia jogado a toalha, desistido. Continuavam em campo, mas apenas faziam número.

Em muitas empresas esta situação é comum. Fofocas pelos corredores, trabalhos atrasados, aumento do absenteísmo e das horas extras, pedidos de demissão.

Vários são os sinais indicativos de que sua equipe desistiu do jogo.

Conheça os principais motivos críticos e de desmotivação na empresa

  • Situação financeira crítica;
  • Falta de comunicação e clareza entre a alta gestão e a operação;
  • Lideranças fracas, sem aceitação da equipe ou impostas;
  • Disputas internas entre gestores ou áreas, que impactam
  • Sentimento de injustiça causado principalmente por políticas desiguais ou falta de ação da empresa nas situações de assédio, discriminação e diferenciação entre funcionários em momentos de avaliação ou aumento salarial.
  • Benefícios melhores na concorrência, conhecidos entre os funcionários.

As consequências de uma equipe desmotivada

  • Queda nos resultados e na qualidade;
  • Falta de comprometimento – ausências injustificadas começam a acontecer e muitos se negam a trabalhar em horários extraordinários ou em atividades diferentes das habituais;
  • Conflitos internos e falhas na comunicação e atendimento ao cliente;
  • Queda no engajamento – as pessoas deixam de vestir a camisa, colaborar ou se enturmar. Em alguns casos, chega a haver baixa adesão em festas da empresa.
    Clima organizacional ruim;
  • Aumento de custos causado pelo descaso com matérias, equipamentos e estruturas.

Não dá pra usar um curativo pra curar uma fratura exposta. A primeira ação da empresa deve ser identificar e sanar ou minimizar a situação que causou o descontentamento geral.

É difícil até mesmo para o melhor líder mudar a situação. Trata-se de um processo intenso, sendo necessário trabalhar as questões emocionais e comportamentais de todos os envolvidos, com muita transparência e objetividade.

 

E o que faz as pessoas voltarem ao ritmo de jogo?

Saiba como motivar a equipe de trabalho, novamente

Podemos recuperar a equipe através de Motivação e Incentivo. Você sabe qual a diferença entre elas?

Resumindo de forma bem simples: Motivação é interna, pessoal, enquanto incentivo está ligado a elementos externos.

O que é Incentivo

É tudo aquilo que a empresa pode fazer e oferecer para que as pessoas se sintam reconhecidas e valorizadas. Exemplos:

  • Aumento salarial, bônus e prêmios;
  • Melhoria de ambientes, mobiliários e equipamentos;
  • Plano de cargos e salários;
  • Benefícios;
  • Oportunidades de crescimento profissional;
  • Cursos e programas de desenvolvimento;
  • E muito mais.

O que é Motivação

Motivação depende da interpretação de cada indivíduo não apenas quanto às mudanças realizadas mas também quanto às suas próprias expectativas de vida e carreira e interpretação dos fatos.

Por isso, não adianta implantar um único incentivo e esperar que toda a equipe reaja da mesma forma.

O que é positivo para um, pode ser negativo para outro, como por exemplo: oferecer como incentivo um curso no final de semana será ótimo para o funcionário que busca este desenvolvimento, e ao mesmo tempo, péssimo para outro que está com algum problema pessoal ou com filhos pequenos, que necessitam da sua presença no final de semana.

Em geral, as pessoas buscam um trabalho que também supra suas necessidades pessoais. Não existe mais aquela história de “separar profissional e pessoal”.

A carreira é uma parte de quem somos.

E a garantia de profissionais motivados e engajados acontece quando existe no trabalho a possibilidade de crescimento profissional, no ritmo adequado, que propicie a realização dos sonhos e anseios pessoais, mantendo a qualidade de vida.

As pessoas precisam se sentir desafiadas a crescer, recompensadas pelo esforço e reconhecidas por seu avanço e participação.

Existem mil formas de realizar isso, mas, em todas, só se faz bem feito olhando para cada um como indivíduo, de forma empática e humanizada.

E esse é o papel do líder. Aliás, você sabe a diferença entre ser chefe, líder e gestor? Então recomendo a leitura para ter melhor sucesso na liderança da equipe da sua instituição.

Para as empresas, nada de fórmulas mágicas: Resolver os problemas internos, ter clareza em suas relações e objetivos claros minimiza muitos problemas. E assim esperamos ajudar a resolver o problema de muitos gestores no Brasil: como voltar a ter resultados na empresa com o fortalecimento da equipe?

Saiba como podemos ajudar a sua empresa a ter melhores profissionais e resultados.

Compartilhe!

Qual a diferença entre Coaching e Mentoria?

Diferença de entre coaching e mentoria - ilustração sobre mentoria para coaches

 

Neste artigo quero compartilhar as seguintes informações fundamentais:

  • Definições de coaching
  • Definições de mentoria
  • O que é e como funciona a mentoria para coaches
  • Quais as diferenças entre coaching e mentoria

 

A maioria das pessoas busca crescimento profissional e financeiro, ser bem sucedido, ter realizações na vida, na carreira.

 

Só que muitas não sabem por onde começar, se estão no caminho certo, ou o que fazer para mudar determinada situação. Outras têm clareza do objetivo e precisam de apoio e orientação sobre qual a forma mais efetiva de concretizar seus objetivos.

 

Esta é a grande diferença entre buscar um processo de coaching ou de mentoria quando se deseja melhorar ou acelerar a carreira.

 

Embora nos dois casos o profissional irá utilizar técnicas, ferramentas e metodologias de desenvolvimento pessoal e profissional, a forma de abordagem é que será bem diferente.

Definições e empregabilidade do coaching

 

No processo de coaching é estimulado o raciocínio e a busca de respostas e do desenvolvimento através da análise de cenários, dos próprios atos e comportamentos realizados pelo cliente.

 

Os principais temas que levam os profissionais a buscarem um profissional de coaching para apoiá-los é:

  • Insatisfação com a carreira
  • Melhoria de Performance 
  • Desejo de transição de carreira ou negócio próprio
  • Busca por cargos de liderança e gestão
  • Organização e planejamento de carreira
  • Necessidade de ajustar comportamentos que estejam sabotando a carreira

 

O coaching pode ser considerado uma assessoria pessoal e profissional que utiliza procedimentos orientados destinados a uma ou mais pessoas, ou também para equipes e empresas alcancem resultados positivos, de acordo com objetivos e metas.

 

O processo tem como base de estudo a Psicologia Cognitiva, Psicologia Comportamental, Psicologia Positiva, Ciências Organizacionais e Filosofia.

 

Mais detalhes sobre o que é coaching durante a leitura.

Saiba mais detalhes sobre mentoria para coaches

 

 

Duas pessoas em reunião - ilustração sobre mentoria para coaches

 

 

 

O COACHING É um processo que pode ser realizado de forma presencial ou online, individual ou em grupo, onde são utilizadas ferramentas, reflexões e atividades para a construção de novos comportamentos e pensamentos com foco no aumento do autoconhecimento, clareza sobre objetivos e prioridades e a definição clara de metas, que resultam em melhor performance e qualidade de vida.

 

Definição de Coaching, pela Sociedade Brasileira de Coaching

O coaching é um processo, ou seja, um conjunto sequencial de procedimentos e ações que visa atingir uma meta ou objetivo. Por ser um processo, o coaching possui procedimentos definidos; tem começo, meio e fim; e transcorre em determinado período de tempo.

 

No processo de coaching, o cliente é levado a buscar novos entendimentos, alternativas e opções capazes de fazer com que ele amplie suas realizações e conquistas.

 

Em resumo: coaching é um processo que ajuda as pessoas a se conhecerem melhor, traçarem planos e assim alcançarem objetivos de forma integrada com sua verdade.

 

Ilustração de pessoas fazendo análises de carreiras

 

 

Mas ainda existem os nichos de atuação e as abordagens, por isso você vê coaches de variados tipos: emagrecimento, finanças, felicidade, saúde, relacionamentos, carreira. Cada um irá dar ênfase a um tipo específico de tema.

 

Quanto às abordagens:, a mais tradicional é a escola Americana, primeira a surgir e com foco em resultados.
Este modelo surgiu principalmente para ajudar empresas, gestores e executivos, por isso o foco em metas, resultados e performance. Eu utilizo esta metodologia, tradicional, para atender empresas.

 

Quando falamos sobre pessoas, olho no olho, eu me identifico mais com a abordagem do Coaching Integral.

 

O foco de atuação maior do meu processo de coaching é quanto à carreira e autoconhecimento, porém com a visão holística, analisando todas as interferências e impactos que as ações causam nos diversos papéis que queremos ter no decorrer da vida.

 

O profissional também pode ser pai ou mãe, marido ou esposa, esportista, viajante, leitor voraz ou voluntário em projetos sociais. Tudo se soma e nos complementa, de forma integral.

 

Por isso digo que tudo é sobre a gente, nada de olhar caixinhas separadas.

 

Neste vídeo, explico mais sobre o processo de coaching de carreira:

 

 

Agende uma sessão experimental ou saiba mais sobre coaching

 

 

 

 

 

E o que é mentoria?

Mentoria é um processo com foco na transferência de conhecimentos e vivências. Aqui, a experiência do profissional fará toda a diferença para o mentorado, pois o processo é muito mais ativo.

 

A mentoria é um caminho cada vez mais utilizado por profissionais que têm clareza sobre o objetivo que estão seguindo e que necessitam de ajustes e acompanhamento nas ações, para acelerar o percurso e os aprendizados, diminuindo tentativas e erros.

 

É como se fosse um “atalho” no qual o mentor dá a mão para o mentorado e o “puxa” cada vez mais frente, de forma ativa, ajudando a encontrar as melhores soluções e os melhores caminhos para cada etapa ou desafio.

 

A mentoria costuma ser um processo contínuo ou mais longo, onde você conta com um aliado mais experiente, que fez um percurso igual ou parecido com o que você quer realizar, que estará ao seu lado, apoiando e compartilhando conhecimentos, experiências, aprendizados, erros e acertos para que você evolui com a maior solidez e agilidade possível, ajustando comportamentos e ações conforme estas ocorrem, com os exemplos do dia a dia.

 

O mentor não toma decisões pelo mentorado, ele ajuda a enxergar com maior clareza os caminhos, possibilidades até então não observadas e soluções diferentes para as situações. Aconselha nas tomadas de decisões.

 

Exatamente por essa característica, é muito recomendado para gestores de empresas, empreendedores e profissionais que fizeram transições de carreira e que precisam acelerar a nova experiência, trazendo resultados mais rápidos do que num processo normal, que somaria o tempo de aprender com o de fazer.

 

Tipos de Mentoria que eu realizo:

 

  • Mentoria Empresarial, para Gestores: indicado para empreendedores ou profissionais em carreira de gestão, que precisam obter excelentes resultados através da melhoria da gestão de processos e pessoas.

 

  • Mentoria para Coaches: coaches que estão iniciando a carreira costumam ter dificuldade na escolha de nicho, diversificação do negócio, formas e ferramentas para atendimento, meios de divulgação, etc.É uma transição de carreira feita muitas vezes sozinho. Neste caso, somo minha experiência em desenvolvimento humano, de administradora, marketing e coach, ajudando não apenas na atuação, como na estruturação do negócio com bases sólidas.

 

A mentoria é um processo de grande cumplicidade, onde eu, como mentora, contribuo para o crescimento profissional de quem me pede esse apoio, e me motivo ao acreditar e embarcar nas realizações e no crescimento de colegas de profissão, com a intenção de que estes sejam ainda melhores do que eu sou.

 

Mentoria para coaches: por que é importante?

 

A gente nunca começa uma carreira sozinho. A construção de uma carreira ocorre com o compartilhamento das experiências, resultados de pesquisas de evidências ou experimentações.

 

Para quem está iniciando a carreira de coach, é fundamental receber orientações de quem já está há muito tempo atuando no segmento, com larga experiência no mercado. Uma ajuda e tanto para decidir qual segmentação (nicho) ou tema irá seguir, não é mesmo?

 

E não é só isso. Para ter sucesso como coach, seja qual for o nicho que irá atuar, é fundamental trabalhar com as ferramentas certas, entender os meios de divulgação, principalmente com a internet e as nuanças do marketing digital. A minha experiência pode ser útil para o seu sucesso.

 

Estou há muitos anos no mundo corporativo e hoje ajudo as pessoas a se reencontrarem e se reconectarem às suas essências através de encontros, workshops, coaching.

A minha experiência pode te ajudar a ter sucesso como coach.

 

Entenda como é possível aqui. 

 

Escrevi um E-book sobre os 10 erros que os coaches cometem no inicio da atuação. Clique aqui para ter acesso. 

Nele, escrevi tudo o que eu gostaria que alguém tivesse me falado quando eu comecei a atuar como coach.

 

 

 

Ganhos diretos e indiretos de quem tem um bom mentor:

  • Networking: aumento da rede de contatos e influência.
  • Inspiração: olhar para o lado e ver alguém que também está crescendo, se desenvolvendo, trilhando um caminho parecido com o que você almeja.
  • Recebe tudo mastigado: sim, muito do que você teria que gastar HBNC (horas bunda na cadeira) lendo, estudando ou até mesmo gastando em cursos, é passado de forma clara e aplicável.
  • Mão na mão, olho no olho: o que aumenta a facilidade e a rapidez no trajeto.
  • Tempo: tudo o que falta pra todo mundo hoje, que é acelerar o tempo que iria gastar para chegar até determinado ponto.
  • Neutralidade com assertividade: afinal, o mentor tem interesse que você evolua, e com isso irá lhe apoiar a tomar as melhores decisões e se desenvolver constantemente.

 

 

Siga em frente, cresça, se desenvolva.

Não será por falta de apoio que sua carreira ou negócio não irá deslanchar.

 

Conte comigo!

 

 

***

 

 
Se você procura coaching para sua carreira, treinamentos, mentoria ou consultoria, conte conosco. Atendimento online para todo Brasil. Atendimento presencial em São José dos Campos, Vale do Paraíba e São Paulo.

 

Compartilhe!