Como parar de procrastinar e cumprir suas metas de ano novo

Você quer parar de procrastinar ? Entra ano sai ano e a lista de metas continua igual, você segue protelando decisões, comprometendo seus resultados e até mesmo a sua saúde?  

 

Neste vídeo eu falo sobre o porquê disso acontecer e ensino alguns passos simples e eficazes para você:

 

  • Estabelecer metas mais assertivas e realistas;
  • Entender se estas metas realmente fazem sentido para você;
  • Refletir sobre o processo, o caminho até o resultado;
  • Analisar o que te sabota ou impede de continuar firme.

Parar de procrastinar e conseguir resultados é questão de decisão e apoio.

 

A decisão é sua. Para o apoio, conte comigo.

 

Logo abaixo do vídeo tem materiais de apoio para você.

 

Assista e aplique já na sua vida e carreira. 

 

Aqui um material gratuito: MEU ANO INCRÍVEL

( CLIQUE AQUI PARA BAIXAR)

Vídeo-aula + ferramenta para você traçar seus objetivos e metas, transformando sonhos em realizações.

 

 

 

Quer minha ajuda para planejar e definir os próximos passos da sua carreira?

 

Conheça o programa Check-up Profissional

 CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

 

Um diagnóstico sobre seu momento atual + sessão de mentoria online para avaliar o que precisa ser ajustado, quais resultados você pode conquistar e o que fazer para chegar onde você sonha. 

 

Conte com meu apoio para trazer mais clareza e assertividade em sua trajetória.

 

A carreira é parte importante da vida. Através da carreira realizamos nossos sonhos, damos segurança e conforto para a família, garantimos nosso bem-estar e finanças em dia. Se a carreira vai mal, é sentida em todas as áreas da vida.

 

Por isso é muito importante contar com uma profissional experiente e comprometida com seus resultados.

 

 

 

Ainda tem dúvidas? 

 

Leia o que o Igor Brant, professor, falou sobre o processo:

 

Estava desapontado e aliviado com a demissão de uma empresa que já não fazia sentido para mim, me via querendo fazer algo de forma diferente, seguir um caminho de maior satisfação pessoal e de maior impacto social mas não sabia como, onde, quando e porquê. 

Estava cheio de ideias, mas sem saber por onde começar, desperdiçando muita energia e esforço em várias coisas, sem avançar em nenhuma.

O pessimismo e a sensação de incapacidade me acompanharam por muito tempo da minha vida, achava, lá no fundo, que sempre tinha alguém melhor do que eu merecendo estar onde eu apenas almejava.

Durante o processo com a Lilian, ela me ajudou a me redescobrir como pessoa capaz de mudar o mundo à minha volta e trabalhar naquilo que faz sentido para mim.

Desenvolvi mais foco naquilo que me fortalece e nos objetivos que quero alcançar. Aprendi estratégias para conseguir cumprir as metas que estabeleci de forma mais consistente. Entendi melhor que sou eu profissionalmente e pessoalmente e como alinhar esse meu eu com aquilo que preciso fazer. Até comprei um quadro para anotar o que precisa ser executado e me organizar melhor!!! (logo eu que sou alucinado com tecnologia).

Foi, e ainda continua sendo, uma experiência ótima todo o processo.

 

**** Aqui usamos cases e pessoas reais. Como eu e você.

 

QUERO SABER MAIS SOBRE A MENTORIA CHECK-UP PROFISSIONAL

 

 

Compartilhe!

Desenvolvimento Profissional: por onde começar?

Saiba como se desenvolver na carreira

Desenvolvimento profissional inicia quando você identifica os erros que vem cometendo até aqui e resolve mudar, resolve que pode ter mais resultados e satisfação com seu trabalho.

Neste texto vamos te ajudar a entender seu perfil e fazer as mudanças.

 

Desenvolvimento profissional não significa apenas aumento de salário ou promoção e sim o quanto você possui de empregabilidade, o quanto o mercado de trabalho tem demanda e valoriza o que você sabe fazer. 

 

Muitas pessoas desempregadas.  Outras tantas insatisfeitas com o trabalho atual porém com medo do que fazer, para onde correr.

 

No mesmo cenário encontramos profissionais que são chamados para participar de processos seletivos, sendo que estes estão empregados, não estão mandando currículos ou participando ativamente de redes como o LinkedIn.

 

 

Qual a diferença entre eles?

O que diferencia um profissional que tem empregabilidade de outro que está estagnado ou amargando um bom tempo de desemprego?

 

 

Claro que não existe resposta mágica e em alguns casos o desaquecimento do mercado em algumas áreas fez estrago, como é o caso dos engenheiros (hoje, na minha visão, os profissionais com maior dificuldade para recolocação). Por isso mesmo,  o seu desenvolvimento profissional inclui analisar demanda de mercado.

 

 

Mas existem alguns erros que são cometidos por profissionais com baixa empregabilidade.

 

 

Antes de seguirmos, é bom alinharmos o significado deste termo tão em uso:

 

Empregabilidade significa a capacidade ou possibilidade de conseguir um emprego ou manter-se nele. O conceito se relaciona com a capacitação profissional e com as aptidões para o mercado de trabalho, ou seja, o quanto o mercado de trabalho deseja alguém com seu perfil e competências.

 

 

 

Abaixo cito os principais perfis que comprometem a empregabilidade e impactam no desenvolvimento profissional.

 

Atentar-se para não ter estes perfis é o primeiro passo para o seu desenvolvimento profissional.

 

 

Perfil mais do mesmo

Muitas vezes um currículo recheado de cursos e formações cai neste campo. Por que? Porque apesar de muito conteúdo, faltam diferenciais. Ao compararmos seu perfil com os demais, o que você tem / faz / sabe de diferente?

 

 

Não basta seguir modinhas, fazer o curso que todo mundo está fazendo, busque o algo a mais. E se você souber associar este diferencial com suas habilidades já bem desenvolvidas, o resultado será ainda melhor.

 

 

Inglês é diferencial? Infelizmente, não. Pós Graduação é diferencial? Depende do que e onde.

Acredite: os maiores diferenciais são construídos com resultados e comportamentos. Aqui são dois campos que poucas pessoas terão algo igual a você!

 

 

Perfil Eu me viro sozinho

São os casos que possuem networking falho ou inexistente. Você pode falar mal do QI (Quem indica) , mas não pode fugir dele.

Muitas vezes as pessoas perguntam para sua rede de contatos se possuem uma indicação e nesta hora vale aquela máxima “quem não é visto não é lembrado”.

 

 

Esteja presente, seja nas redes sociais ou nos eventos, coloque isso na sua agenda de desenvolvimento mensal. Muitas pessoas que tem esse perfil na verdade possuem dificuldade em relacionamento, preferem dizer que não precisam do que treinar essa habilidade essencial para o mundo atual.

 

 

 

Perfil Isso não é Comigo

Parece batido falar sobre autoconhecimento, mas não é. Os melhores profissionais estão constantemente investindo neste assunto, buscando o autodesenvolvimento através do olhar para si mesmo com apoio de metodologia apropriada ou análise de perfil profissional.

 

 

Quando não nos conhecemos temos maior dificuldade de falar sobre nós mesmos, definir nossos pontos de desenvolvimento, entender quais comportamentos podem ser potencializados.

 

 

Junto ao autoconhecimento, a visão distorcida também impacta muito. A pessoa faz testes de personalidade, recebe feedback, é avaliado 360… mas culpa os outros pelas suas falhas, não assume seus pontos fracos, suas vulnerabilidades.

Sendo assim, também não consegue se desenvolver. E tem os profissionais que possuem visão distorcida com baixa auto-estima.

Por mais que sejam elogiados, tenham feedbacks positivos, não se vêem desta forma e acabam se inferiorizando ou não assumindo desafios maiores por não se acharem capazes.

 

Perfil Desesperado

A ansiedade aqui é o problema. Não falo da patologia ansiedade em si, e sim do comportamento.

 

 

O profissional com comportamento ansioso muitas vezes se desespera antes da hora ou cria fantasmas internos, pensando de forma acelerada sobre aspectos irrelevantes da situação.

Assim, ou agem de forma precipitada, podem literalmente “queimar seu filme” ou não agem por medo dos “ses” criados mentalmente.

 

 

É preciso aprender a respirar, cuidar da inteligência emocional, olhar as situações de forma mais ampla (olhar de fora, ver a situação como um todo) e aprender a planejar as atividades para controlar esta ansiedade.

Em muitos casos é indicado o acompanhamento psicológico também, não deveríamos relutar em buscar apoio para nossa mente e emoções.

 

 

Perfil burro amarrado na sombra

É o perfil estagnado, que parou no tempo, deixou de evoluir. Aqui não encontramos apenas profissionais que estão trabalhando a muito tempo na mesma área. Muitas vezes me deparo com profissionais de carreira acelerada, que fizeram mil cursos, tiveram desenvolvimento de carreira, uma carreira crescente: mas específica para uma empresa ou segmento, que entrou em declínio.

Aprenderam sobre determinado processo ou sistema que só era utilizado ali. Para o resto do mercado, não tem a mínima serventia.

 

 

Esteja atualizado com as mudanças no mercado, frequente ambientes e grupos, tenha conversa com profissionais fora da sua empresa ou área.

Entender as mudanças do mercado é fundamental para manter-se em sintonia com o que está sendo realizado por aí e com os desafios que você pode encarar no mercado.

 

 

Este artigo tem tom de alerta, reflexões, não de diagnóstico.

 

Investir em Desenvolvimento Profissional  deveria ser algo rotineiro, afinal, você investe na carreira e colhe resultados para sua vida e família.

 

Não espero que você se veja em X perfis, e sim que reflita sobre o quanto deseja ter empregabilidade e como pode tomar medidas simples, no dia a dia, para conseguir manter-se na ativa, trabalhando com o que gosta e sentindo-se realizado por isso.

 

 

Com tanta informação disponível e tantas opções disponíveis (com algumas furadas no meio) é normal ficar em dúvida sobre o que fazer, no que se desenvolver.

 

 

Para estes momentos – e para auxiliar profissionais como você – criamos o Check-Up Profissional, um programa que inclui:

 

  • uma análise detalhada de perfil, com relatório
  • sessão personalizada de mentoria de carreira
  • material para planejamento de carreira 

 

Saiba agora mesmo como podemos ajudar você a evoluir na carreira (e na vida!)  CLIQUE AQUI 

 

Saiba como melhorar o seu desenvolvimento profissional

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe!

Qual a diferença entre Coaching e Mentoria?

Diferença de entre coaching e mentoria - ilustração sobre mentoria para coaches

 

Neste artigo quero compartilhar as seguintes informações fundamentais:

  • Definições de coaching
  • Definições de mentoria
  • O que é e como funciona a mentoria para coaches
  • Quais as diferenças entre coaching e mentoria

 

A maioria das pessoas busca crescimento profissional e financeiro, ser bem sucedido, ter realizações na vida, na carreira.

 

Só que muitas não sabem por onde começar, se estão no caminho certo, ou o que fazer para mudar determinada situação. Outras têm clareza do objetivo e precisam de apoio e orientação sobre qual a forma mais efetiva de concretizar seus objetivos.

 

Esta é a grande diferença entre buscar um processo de coaching ou de mentoria quando se deseja melhorar ou acelerar a carreira.

 

Embora nos dois casos o profissional irá utilizar técnicas, ferramentas e metodologias de desenvolvimento pessoal e profissional, a forma de abordagem é que será bem diferente.

Definições e empregabilidade do coaching

 

No processo de coaching é estimulado o raciocínio e a busca de respostas e do desenvolvimento através da análise de cenários, dos próprios atos e comportamentos realizados pelo cliente.

 

Os principais temas que levam os profissionais a buscarem um profissional de coaching para apoiá-los é:

  • Insatisfação com a carreira
  • Melhoria de Performance 
  • Desejo de transição de carreira ou negócio próprio
  • Busca por cargos de liderança e gestão
  • Organização e planejamento de carreira
  • Necessidade de ajustar comportamentos que estejam sabotando a carreira

 

O coaching pode ser considerado uma assessoria pessoal e profissional que utiliza procedimentos orientados destinados a uma ou mais pessoas, ou também para equipes e empresas alcancem resultados positivos, de acordo com objetivos e metas.

 

O processo tem como base de estudo a Psicologia Cognitiva, Psicologia Comportamental, Psicologia Positiva, Ciências Organizacionais e Filosofia.

 

Mais detalhes sobre o que é coaching durante a leitura.

Saiba mais detalhes sobre mentoria para coaches

 

 

Duas pessoas em reunião - ilustração sobre mentoria para coaches

 

 

 

O COACHING É um processo que pode ser realizado de forma presencial ou online, individual ou em grupo, onde são utilizadas ferramentas, reflexões e atividades para a construção de novos comportamentos e pensamentos com foco no aumento do autoconhecimento, clareza sobre objetivos e prioridades e a definição clara de metas, que resultam em melhor performance e qualidade de vida.

 

Definição de Coaching, pela Sociedade Brasileira de Coaching

O coaching é um processo, ou seja, um conjunto sequencial de procedimentos e ações que visa atingir uma meta ou objetivo. Por ser um processo, o coaching possui procedimentos definidos; tem começo, meio e fim; e transcorre em determinado período de tempo.

 

No processo de coaching, o cliente é levado a buscar novos entendimentos, alternativas e opções capazes de fazer com que ele amplie suas realizações e conquistas.

 

Em resumo: coaching é um processo que ajuda as pessoas a se conhecerem melhor, traçarem planos e assim alcançarem objetivos de forma integrada com sua verdade.

 

Ilustração de pessoas fazendo análises de carreiras

 

 

Mas ainda existem os nichos de atuação e as abordagens, por isso você vê coaches de variados tipos: emagrecimento, finanças, felicidade, saúde, relacionamentos, carreira. Cada um irá dar ênfase a um tipo específico de tema.

 

Quanto às abordagens:, a mais tradicional é a escola Americana, primeira a surgir e com foco em resultados.
Este modelo surgiu principalmente para ajudar empresas, gestores e executivos, por isso o foco em metas, resultados e performance. Eu utilizo esta metodologia, tradicional, para atender empresas.

 

Quando falamos sobre pessoas, olho no olho, eu me identifico mais com a abordagem do Coaching Integral.

 

O foco de atuação maior do meu processo de coaching é quanto à carreira e autoconhecimento, porém com a visão holística, analisando todas as interferências e impactos que as ações causam nos diversos papéis que queremos ter no decorrer da vida.

 

O profissional também pode ser pai ou mãe, marido ou esposa, esportista, viajante, leitor voraz ou voluntário em projetos sociais. Tudo se soma e nos complementa, de forma integral.

 

Por isso digo que tudo é sobre a gente, nada de olhar caixinhas separadas.

 

Neste vídeo, explico mais sobre o processo de coaching de carreira:

 

 

Agende uma sessão experimental ou saiba mais sobre coaching

 

 

 

 

 

E o que é mentoria?

Mentoria é um processo com foco na transferência de conhecimentos e vivências. Aqui, a experiência do profissional fará toda a diferença para o mentorado, pois o processo é muito mais ativo.

 

A mentoria é um caminho cada vez mais utilizado por profissionais que têm clareza sobre o objetivo que estão seguindo e que necessitam de ajustes e acompanhamento nas ações, para acelerar o percurso e os aprendizados, diminuindo tentativas e erros.

 

É como se fosse um “atalho” no qual o mentor dá a mão para o mentorado e o “puxa” cada vez mais frente, de forma ativa, ajudando a encontrar as melhores soluções e os melhores caminhos para cada etapa ou desafio.

 

A mentoria costuma ser um processo contínuo ou mais longo, onde você conta com um aliado mais experiente, que fez um percurso igual ou parecido com o que você quer realizar, que estará ao seu lado, apoiando e compartilhando conhecimentos, experiências, aprendizados, erros e acertos para que você evolui com a maior solidez e agilidade possível, ajustando comportamentos e ações conforme estas ocorrem, com os exemplos do dia a dia.

 

O mentor não toma decisões pelo mentorado, ele ajuda a enxergar com maior clareza os caminhos, possibilidades até então não observadas e soluções diferentes para as situações. Aconselha nas tomadas de decisões.

 

Exatamente por essa característica, é muito recomendado para gestores de empresas, empreendedores e profissionais que fizeram transições de carreira e que precisam acelerar a nova experiência, trazendo resultados mais rápidos do que num processo normal, que somaria o tempo de aprender com o de fazer.

 

Tipos de Mentoria que eu realizo:

 

  • Mentoria Empresarial, para Gestores: indicado para empreendedores ou profissionais em carreira de gestão, que precisam obter excelentes resultados através da melhoria da gestão de processos e pessoas.

 

  • Mentoria para Coaches: coaches que estão iniciando a carreira costumam ter dificuldade na escolha de nicho, diversificação do negócio, formas e ferramentas para atendimento, meios de divulgação, etc.É uma transição de carreira feita muitas vezes sozinho. Neste caso, somo minha experiência em desenvolvimento humano, de administradora, marketing e coach, ajudando não apenas na atuação, como na estruturação do negócio com bases sólidas.

 

A mentoria é um processo de grande cumplicidade, onde eu, como mentora, contribuo para o crescimento profissional de quem me pede esse apoio, e me motivo ao acreditar e embarcar nas realizações e no crescimento de colegas de profissão, com a intenção de que estes sejam ainda melhores do que eu sou.

 

Mentoria para coaches: por que é importante?

 

A gente nunca começa uma carreira sozinho. A construção de uma carreira ocorre com o compartilhamento das experiências, resultados de pesquisas de evidências ou experimentações.

 

Para quem está iniciando a carreira de coach, é fundamental receber orientações de quem já está há muito tempo atuando no segmento, com larga experiência no mercado. Uma ajuda e tanto para decidir qual segmentação (nicho) ou tema irá seguir, não é mesmo?

 

E não é só isso. Para ter sucesso como coach, seja qual for o nicho que irá atuar, é fundamental trabalhar com as ferramentas certas, entender os meios de divulgação, principalmente com a internet e as nuanças do marketing digital. A minha experiência pode ser útil para o seu sucesso.

 

Estou há muitos anos no mundo corporativo e hoje ajudo as pessoas a se reencontrarem e se reconectarem às suas essências através de encontros, workshops, coaching.

A minha experiência pode te ajudar a ter sucesso como coach.

 

Entenda como é possível aqui. 

 

Escrevi um E-book sobre os 10 erros que os coaches cometem no inicio da atuação. Clique aqui para ter acesso. 

Nele, escrevi tudo o que eu gostaria que alguém tivesse me falado quando eu comecei a atuar como coach.

 

 

 

Ganhos diretos e indiretos de quem tem um bom mentor:

  • Networking: aumento da rede de contatos e influência.
  • Inspiração: olhar para o lado e ver alguém que também está crescendo, se desenvolvendo, trilhando um caminho parecido com o que você almeja.
  • Recebe tudo mastigado: sim, muito do que você teria que gastar HBNC (horas bunda na cadeira) lendo, estudando ou até mesmo gastando em cursos, é passado de forma clara e aplicável.
  • Mão na mão, olho no olho: o que aumenta a facilidade e a rapidez no trajeto.
  • Tempo: tudo o que falta pra todo mundo hoje, que é acelerar o tempo que iria gastar para chegar até determinado ponto.
  • Neutralidade com assertividade: afinal, o mentor tem interesse que você evolua, e com isso irá lhe apoiar a tomar as melhores decisões e se desenvolver constantemente.

 

 

Siga em frente, cresça, se desenvolva.

Não será por falta de apoio que sua carreira ou negócio não irá deslanchar.

 

Conte comigo!

 

 

***

 

 
Se você procura coaching para sua carreira, treinamentos, mentoria ou consultoria, conte conosco. Atendimento online para todo Brasil. Atendimento presencial em São José dos Campos, Vale do Paraíba e São Paulo.

 

Compartilhe!
Precisa de ajuda? Chat via WhatsApp