Recrutamento e Seleção — o que há de novo?

Recrutamento e Seleção — o que há de novo?

 

O mundo está em constante mudança e, para se manter competitivo no mercado, é essencial que você esteja atento às novidades. Mas, quando se fala em Recrutamento e Seleção, você sabe quais são as tendências para os próximos anos?

 

Uma das tendências é uma mudança no próprio nome do processo. O termo “Recrutamento”  tem sido cada vez menos utilizado pelas empresas, que têm preferido usar o termo “Atração” para se referir ao processo de “atrair” os candidatos, não somente para as vagas em aberto, mas também para quando surgirem novas oportunidades (através de estratégias de Employer Branding).

 

O Recrutamento e Seleção é um processo estratégico para qualquer empresa. Afinal, é por meio dele que você seleciona os talentos que irão gerar os resultados e fazer a diferença no negócio. Eles são os responsáveis por inovar e fazer com que a organização tenha um diferencial.

 

Existem várias ferramentas e tendências que surgiram nos últimos anos com o objetivo de otimizar o processo e humanizá-lo. Conheça agora quais são as principais novidades no setor!

 

Digitalização e virtualização

 

O mundo está cada vez mais conectado e o setor de RH se inclui nessa tendência. É por isso que os processos seletivos realizados de forma online ganham espaço.

 

É possível utilizar plataformas digitais para encontrar candidatos e, inclusive, realizar os primeiros testes. Porém, a novidade não para por aí. Hoje você pode realizar todo o processo virtualmente, incluindo painéis, entrevistas e dinâmicas de grupo.

 

As entrevistas podem ser realizadas por videochamada. Já as dinâmicas de grupo podem ser feitas em plataformas gamificadas, nas quais é possível propor desafios para os candidatos. Dessa forma, você promove o compartilhamento de ideias e resolução de problemas, além de ser possível analisar o comportamento, competências e valores dos candidatos ao utilizar esse tipo de recurso.

 

Quer saber sobre outras novidades no universo do RH? Assista a gravação do nosso RH Day: https://intentus.com.br/rhday/

 

Humanização do processo

Se, por um lado, os processos seletivos estão cada vez mais virtuais, por outro a tendência é que eles sejam mais humanos. Mas isso é possível?

 

Erra quem pensa que digitalização é o contrário de humanização. É tanto possível, quanto necessário trabalhar para a humanização do processo, mesmo com a utilização de ferramentas digitais.

 

Isso porque a humanização está relacionada à empatia e respeito aos candidatos. Dessa forma, é possível fazer isso tanto de forma presencial quanto virtual.

 

Portanto, crie rapport com os candidatos durante todo o processo, reduzindo os níveis de estresse e tensão que a avaliação pode gerar. Também disponibilize horários flexíveis para marcação de entrevistas e dinâmicas, assim como um espaço para que os candidatos dêem feedback sobre pontos positivos e negativos do processo, sem nenhum prejuízo à avaliação.

 

Por fim, sempre esteja aberto para escutar os candidatos, entender as suas questões e fique disponível para um feedback final, seja o candidato aprovado ou não.

 

 

Capacitações para os candidatos

 

Quando um profissional decide participar de um processo seletivo, ele investe tempo, energia e suas competências. Dessa forma, uma outra tendência do Recrutamento e Seleção é criar um momento de troca com essas pessoas, permitindo que, mesmo quando não aprovadas, elas aprendam algo novo durante o processo.

 

Se a empresa valoriza a inovação, por exemplo, que tal oferecer um treinamento de Design Thinking ou de Scrum? Dessa forma, você garante que todos os candidatos terão acesso ao conteúdo necessário para realizar os desafios propostos ao longo do processo e ainda permite que eles saiam com um novo aprendizado.

 

Essa relação de troca durante o processo também pode ser um momento de adaptação do novo colaborador à empresa. Além disso, você melhora a reputação da sua marca enquanto empregadora e cria uma relação de confiança com talentos que podem fazer parte do seu time no futuro.

 

Ênfase em soft skills

 

O objetivo do processo seletivo é encontrar um profissional com fit perfeito para o cargo disponível, não é mesmo? Porém, não é só isso. Também é importante que o novo colaborador tenha um fit com a empresa, com o time no qual ele vai trabalhar, estando alinhado aos valores e cultura da organização.

 

É por isso que a ênfase dos processos seletivos mudou nos últimos anos. Se eles estavam mais voltados para as hard skills, ou seja, competências técnicas, hoje já se sabe que isso pode ser aprendido após a entrada do novo colaborador, por meio do investimento em treinamento e desenvolvimento para suprir essas lacunas.

 

Porém, as soft skills, também conhecidas como competências comportamentais, são mais difíceis de serem trabalhadas. Dessa forma, é importante entender o que a empresa deseja em relação a essas características e buscar candidatos que se adequem à essa necessidade, garantindo um fit mais adequado do novo colaborador ao ambiente da organização.

 

 

Parceria entre líder e RH

 

Já houve um tempo no qual o responsável por escolher o candidato para a empresa era o líder, ou seja, responsável do setor no qual o candidato iria ser alocado. Porém o RH reivindicou essa posição e, por alguns anos, foi quem dominou esse processo.

 

A tendência para os próximos anos é fugir dos dois extremos. A ideia é que RH e líderes de setores da empresa atuem em parceria para encontrar o profissional perfeito para a vaga.

 

O líder e os membros do time de RH precisam ter uma comunicação fluida e sem barreiras. Eles precisam alinhar expectativas, entender as possibilidades e necessidades de cada um e, dessa forma, trabalhar juntos para encontrar o melhor profissional para a empresa.

 

Estar atento às novidades de Recrutamento e Seleção é essencial para que você encontre o profissional perfeito para fazer parte do seu time. Portanto, aproveite as nossas dicas e comece, agora mesmo, o processo de renovação do processo na sua empresa. Lembre-se de se manter atualizado no setor pois, assim como o mundo e o mercado, o RH também está em constante processo de reinvenção.

Banner - Seleção Estratégica